Como saber a hora certa de trocar seu equipamento fotográfico?

equipamento fotográfico

A resposta a essa pergunta varia de acordo com cada fotógrafo. A única resposta unânime seria: nunca quando o seu equipamento parar de vez! Por outro lado, novos dispositivos com as mais avançadas funcionalidades são lançados a todo o momento, deixando todo mundo tentado a substituir suas máquinas por esses jatos ultrassônicos, mas isso nem sempre é necessário.

A verdade é que deve haver um equilíbrio entre o estado da sua máquina e o tipo de fotografia que você pratica. E, para ajudar a economizar seu precioso dinheiro, vamos checar alguns pontos importantes a serem analisados antes de trocar o seu equipamento fotográfico. Confira!

1. Acompanhe o mercado

É comum fotógrafos profissionais venderem seus equipamentos ainda em bom estado, a fim de juntar dinheiro para comprar outros mais avançados. Isso faz com que iniciantes tenham a possibilidade de obter bons aparelhos a preços acessíveis.

Se você pretende participar dessa “escalada” vendendo seus equipamentos antigos para comprar os novos, é bom ficar de olho no mercado, pois esses dispositivos perdem valor muito rápido, cerca de 30% ao ano.

É possível descobrir os novos lançamentos ou se o seu produto irá sair de linha — é aconselhável vender antes que isso aconteça ou você acaba perdendo dinheiro — pelo site do fabricante.

2. Fique atento às tendências da sua área

A todo o momento surgem tendências no mercado e é preciso acompanhá-las para não ficar para trás. Um bom exemplo são as fotografias de casamento, que tem se fundido a um estilo editorial, ou as fotografias para o e-commerce, em que se utiliza o fundo infinito.

Se você estiver atrasado em relação à tendência na sua área de atuação fotográfica devido à falta de recursos da sua câmera, então esse é o momento certo para trocá-la.

3. Correlacione as exigências do seu ramo com o seu equipamento

Certas áreas da fotografia demandam mais de determinados recursos ou acessórios do que de outras, por exemplo:

  • Fotografia de publicidade: usam lentes com muita nitidez e resolução alta, pois as fotos podem precisar ser ampliadas em larga escala;
  • Eventos noturnos: lentes com maiores aberturas e altos valores de ISO;
  • Fotografia de paisagens: lentes com grande alcance de zoom;
  • Fotografia de esportes: lentes de alta velocidade de captura. Fotografar carros de corrida, por exemplo, exige velocidades altíssimas do obturador.

Se o último lançamento traz mudanças que vão causar impacto no seu trabalho, pode ser interessante trocar de equipamento, mas um simples aumento na quantidade de pixels ou a possibilidade de acoplar um flash mais potente pode não fazer diferença na sua atuação e nem ser notado pelos seus clientes, o que não agrega valor algum ao seu trabalho.

Tanto nesse tópico como no anterior, o importante é trocar quando o seu equipamento impuser uma barreira à sua necessidade técnica ou criativa.

4. Fique de olho no seu equipamento fotográfico

A vida útil de uma câmera fotográfica depende de muitos fatores. Os fabricantes, para facilitar, fazem uma contagem de acordo com o número de cliques. Trata-se apenas de um número aproximado, podendo a máquina parar antes ou depois dessa quantidade.

Os números variam de acordo com o modelo: podem ser 50 mil ou 500 mil cliques, é preciso conferir com o fabricante. Para saber quanto você já clicou é possível utilizar esse site ou consultar em uma autorizada.

É aconselhável que não se espere ultrapassar os cliques para uma revisão ou troca do equipamento. Obviamente o zelo pelo seu aparelho irá estender sua durabilidade. São importantíssimos cuidados:

  • Manter as objetivas limpas;
  • Limpar os sensores, caso necessário;
  • Não deixar a câmera em temperaturas extremas por muito tempo;
  • Ter cuidado com a água no equipamento;
  • Guardá-la em temperatura ambiente, nunca próxima à umidade;
  • Tomar precauções para evitar queda;
  • Guardá-la em estojo apropriado.

Lembre-se: lentes e sensores são muito sensíveis e podem ser danificados com facilidade. Caso você não esteja seguro sobre como limpá-los, procure um profissional.

Nossas dicas ajudaram? Então compartilhe em suas redes sociais para que elas possam ser úteis aos seus amigos também!

Comentar

Seu e-mail não será divulgado.