A importância dos certificados de segurança para seu e-commerce

A importância dos certificados de segurança para seu e-commerce

Manter a segurança é o maior desafio dos negócios que atuam no meio digital. Nesse contexto entram os certificados de segurança para e-commerce, fundamentais para proteger o vendedor e o consumidor.

Os certificados de segurança são assinaturas que atestam a proteção de dados trocados em transações eletrônicas, bem como outros serviços disponibilizados na web, permitindo que os usuários e empresas possam trocar informações com maior segurança e agilidade.

Acompanhe neste post a importância dos certificados de segurança e como manter o ambiente seguro.

Por que um e-commerce deve manter o ambiente seguro?

Ao agregar um certificado de segurança, o e-commerce está seguro e os usuários têm sua privacidade garantida, uma vez que o certificado é capaz de evitar fraudes e roubos de informações. Cada vez mais os clientes estão buscando soluções seguras e conhecem a certificação, o que pode ser um fator determinante para concluir a venda.

Como implementar os certificados de segurança para e-commerce?

Em linhas gerais, basta obter o certificado do servidor ou provedor de hospedagem do site. Após a implementação, o e-commerce já passa a estar seguro e com “HTTPS” no endereço. Também é exibido um pequeno cadeado no canto inferior, indicando que o endereço é seguro.

O que é o Certificado Digital SSL?

É um item obrigatório se a loja virtual solicitar informações pessoais de seus consumidores, tendo em vista que é sua responsabilidade zelar pela integridade desses dados. Esse certificado criptografa as informações e, na prática, funciona da seguinte forma:

  • o cliente fornece as informações nos formulários do e-commerce;
  • essas informações são “trancadas” e somente o servidor tem acesso a elas;
  • quando há alguma informação passada do site para o cliente ela também é criptografada e poderão ser acessadas apenas no computador do cliente.

Todo o processo ocorre em milésimos de segundo e mesmo se forem interceptados, os dados não poderão ser lidos. A escolha do certificado digital SSL vai de acordo com as necessidades de cada negócio e seu ramo de atuação, bem como a confiabilidade da empresa que fornecerá esse certificado.

O SSL apresenta modalidades diferentes, sendo elas:

  1. SSL Simples: criptografa mensagens trocadas, protegendo os dados dos clientes;
  2. SSL EV: esse certificado criptografa as mensagens e valida informações da empresa, a exemplo do CNPJ e endereço; para identificá-lo, a barra dos navegadores fica verde, indicando que se trata de um site seguro;
  3. SSL Wildcard: esse certificado SSL permite que a empresa possa incluir seus subdomínios aos demais certificados sem custo adicional.

O que muda com a adoção dos certificados de segurança para e-commerce?

Além do ambiente seguro, o endereço do site passa a ter um S antes da URL, passando de “HTTP” para “HTTPS”. É mais do que uma letra, uma vez que o primeiro termo é aplicado nas páginas que estão sob um protocolo de transferência de dados na internet. O segundo só é obtido quando associado a um protocolo de segurança. A letra S a mais significa Secure (segurança), uma vez que há uma camada adicional de proteção.

A implementação dos certificados de segurança para e-commerce atestam que a empresa está preocupada em manter os dados sigilosos de seus clientes protegidos. Além disso, mostra que ela gerencia seus riscos de forma responsável. Trata-se da chave para sobreviver e manter a sustentabilidade do negócio.

Gostou do que leu? Aproveite e curta nossa página no Facebook e descubra as novidades do meio digital e como se destacar em meio a concorrência.

Comentar

Seu e-mail não será divulgado.