Saiba o que é CRO e por que ele é importante para o seu e-commerce

Saiba o que é CRO e por que ele é importante para o seu e-commerce

O CRO para e-commerce parte da premissa de que alguns fatores de comunicação são fundamentais para o comércio eletrônico. A realidade é que somente a descrição dos produtos nem sempre é o suficiente para concretizar a venda. São necessários elementos que favoreçam a compra.

Daí a importância do CRO, que reúne os fatores para incentivar que o consumidor tome as decisões que o negócio deseja. Descubra sua importância para o e-commerce agora mesmo!

O que é CRO para e-commerce?

CRO (Conversion Rate Optimization, em português otimização da conversão) é o conjunto de técnicas, abordagens e estratégias que visam orientar o consumidor a concluir uma ação, geralmente uma compra, cadastro, preenchimento de formulários, entre outras.

Os recursos visuais de um e-commerce, por exemplo, são determinantes para o fechamento da venda. Isso porque os elementos estéticos atuam de forma positiva na experiência do consumidor, capaz de criar um ambiente mais propício para aumentar a taxa de conversão.

Como otimizar as conversões?

Em linhas gerais, há 4 maneiras básicas de otimizar as conversões e usar as técnicas de CRO em benefício do negócio, são elas:

1. Segmentação

É importante saber que nem todos os visitantes do site apresentam o mesmo perfil. Eles possuem aspectos culturais, costumes, interesses e necessidades diferentes. Parte deles está navegando pela internet e acaba encontrando o seu site, outra parte veio pelas buscas, redes sociais, enfim, por canais diferentes.

São tantas as oportunidades que a otimização precisa ser pensada para garantir que as pessoas interessadas na sua proposta possam te encontrar e ter o ambiente propício para comprar.

Nesse contexto entram os principais “conectores”, elementos que incentivam o cliente. Entre eles é possível destacar:

  • layout eficiente e voltado para o público-alvo;
  • imagens atraentes;
  • peças publicitárias relevantes;
  • call to action eficaz;
  • landing pages que facilitem a conversão.

Além desses pontos, a UX (experiência do usuário) precisa ser prática, ou seja, ele deve favorecer que o usuário encontre o que precisa facilmente e de forma intuitiva. Daí a necessidade de conhecer bem o público-alvo, pesquisar seus hábitos, preferências, poder aquisitivo, entre outros fatores que viabilizem a compra.

2. Projeto

Se o layout e demais elementos do site estão de acordo com o projeto, quer dizer que o trabalho começou, mas exige modificações. Testes A/B são importantes nesse momento, pois são essenciais para entender o comportamento do usuário e conduzi-lo até os objetivos propostos.

3. Análise de experiência do usuário

Já mencionamos a experiência do usuário, que envolve os sentimentos de um indivíduo em relação ao uso de algum sistema, produto ou serviço, no caso, o e-commerce como um todo. Isso inclui aspectos afetivos, experienciais, significativos, de valor e interação.

Faz parte da análise da experiência do usuário verificar quais os pontos que demandam melhorias que ajudam o usuário a realizar alguma ação. No caso do CRO para e-commerce, o objetivo é a concretização da venda.

4. Conteúdo

O conteúdo é a chave que vai abrir as portas do e-commerce. É ele quem atrai clientes por meio das buscas orgânicas e o mantém mais próximo. Por isso é importante disponibilizar conteúdo escrito como blogposts, e-books, e-mail marketing (sempre acompanhados de imagens), além das próprias imagens dos produtos/descrições e demais conteúdos do site.

A ideia aqui é que o conteúdo seja adequado em todos os sentidos, planejados conforme a proposta e as necessidades de mercado e suas tendências.

Por que é preciso ter cuidado com os elementos visuais?

Ao comparar o desempenho de um e-commerce que apresenta bons recursos visuais com aquele que não dá atenção a esses pontos, é certo que o primeiro terá melhores resultados que o segundo. Isso porque um design bem estruturado, fotos nítidas e relevantes para o contexto são essenciais para gerar conversões.

As imagens presentes no site, tanto dos produtos à venda quanto da publicidade e do layou,t precisam chamar a atenção e evidenciar a qualidade do e-commerce. Daí a necessidade de apresentar imagens nítidas, com boa resolução, bem focadas e com boa iluminação.

Os elementos visuais funcionam como um fator que proporciona mais credibilidade ao negócio e ajudam a potencializar o CRO para e-commerce.

Gostou do que leu? Siga nossa redes sociais — Facebook, Twitter e Instagram — para ficar por dentro das novidades do mercado!

Comentar

Seu e-mail não será divulgado.